X Sobre a instalação

Elipse

Composta por duas projeções (filme 16mm) e fotografias, a obra buscou fragmentar o conjunto arquitetônico da estação ferroviária Pedro Américo situada no interior paulista. A figura geométrica da elipse foi apropriada para representar os focos de projeção e o movimento contínuo das imagens: plano do chão e sombra de um passante projetada sobre a parede da bilheteria do próprio prédio. A Elipse também denota o conceito da ausência e memória, ou uma metáfora para o estado de abandono e desapropriação funcional dos espaços públicos.

  • Técnica: projetores película cinematográfica (16mm) / fotografia cor
  • texto: Eduardo Romero de Oliveira
  • local: Museu Cidade - Campinas/SP
  • ano: 1996
  • logo
  • projeções - vista da instalação
  • projeção - parede
  • projeção chão
  • fotografia
  • fotografia
  • fotografia
  • fotografia